Entrevista com Giulio Salomone

Giulio Salomone

Executivo com mais de 20 anos de carreira desenvolvida no maior grupo industrial-financeiro da Itália e um dos maiores do mundo, com operações em mais de 60 países nos cinco continentes. No Brasil, oito anos de serviços prestados em empresas multinacionais de grande porte em soluções de informática, teleatendimento e BPO. Atuação como CEO e COO nos últimos 15 anos, com participação em Comitês Executivos, Conselhos Administrativos em empresas como Grupo FIAT, Almaviva e Contax.

Na sua visão, a Fast Channel é um BPO digital? Por que?

Sim, é. E para explicar melhor, para falar da Fast Channel, temos que falar do nosso lema: vendas digitais, nossa paixão. Esse é o ponto focal que cada um de nossos clientes e parceiros precisam entender, e nós precisamos fazê-los entender. Nossa empresa é um BPO digital com foco muito forte no incremento das vendas de nossos clientes. Temos vários casos nos quais aumentamos as vendas digitais em até 1000% (mil por cento) em um mês. Então, o nosso foco é esse: deixa comigo a venda digital que eu faço para você. Ou seja, é um foco específico no mundo B2B, com a ajuda de um com time muita experiência também no mundo B2C.

Como é feito o serviço?

Nosso BPO digital se baseia em uma plataforma criada por nós. Temos um time de marketing digital – comprometido com estratégias específicas, compra de publicidade digital e BI de resultados em vendas e campanhas – e um chatsales personalizado para entregar, no contexto de suporte à plataforma, o incremento das vendas digitais. Isso significa que o cliente pode se focar em seu negócio que a venda digital, a digitalização das vendas, nós fazemos.

Há mercado para esse tipo de negócio no Brasil?

O nosso papel também é evangelizar as empresas, isto é, fazê-las trocarem a venda física pela digital e, sem dúvida nenhuma, garantir uma mudança importante nos clientes e no mercado. Isso não é fácil, mas também é nosso trabalho implementar, em conjunto com os departamentos da empresa, essa mudança digital. Há oportunidade e acredito que as empresas têm, neste momento, o interesse e a maturidade que há cinco anos não tinham.

Com as vendas do mercado B2C já maduras, é possível que o B2B alcance o mesmo patamar?

Sim, é possível. No mercado B2B, as compras de grande volume continuarão a ser física, do ponto de vista do vendedor físico. Mas quando falamos da cauda longa, da repetitividade da venda, sem dúvida o B2B digital terá um crescimento importante porque há essa necessidade no mercado. Nós temos exemplos de empresas que trabalham conosco no mundo B2B com grande percentual de novos clientes, cerca de 70%. Então, se você tem um cliente que quer comprar digital no mundo empresas e não comprou até agora, essa oportunidade, sem dúvida nenhuma, vai se concretizar em 2018, com previsão de crescimento contínuo nos próximos cinco anos. O importante é que são clientes novos de verdade, que tinham o hábito de comprar em lojas físicas e estão comprando digital. E a escolha pela nossa plataforma é porque o cliente encontra facilidade nas várias frentes que atuamos, como portal e publicidade digital.

E como está o mercado para empresas de BPO digital no exterior?

Nos Estados Unidos cresceu muito nos últimos três anos, muito mais que no Brasil e na Europa, mas já está se estabilizando. Já o Brasil tem muito potencial a ser explorado, por isso acreditamos no mercado nacional.

Qual é a vantagem de contratar um BPO digital para sua empresa?

É a aplicação imediata de uma plataforma digital com vários anos de experiência, gerenciada por um time digital dedicado e também experiente. Se você tem que implementar na sua empresa e ela não tem foco digital, claro que será um desafio. Mas o foco de venda digital precisa ser o dia a dia da empresa e, com a ajuda de cada um de nós, as companhias vão conseguir se tornarem digitais. Então, a vantagem é que nossa plataforma é rápida e nossa equipe é competente e focada. Qualquer empresa que quer digitalizar e aumentar as vendas, encontrar novos clientes, ter uma plataforma online que não necessita de muito tempo e investimento a longo prazo, pode contar com nossa empresa.

Quão rápida é a implementação da plataforma?

Em grandes clientes nós estimamos, com estudo e go live, entre 30 e 60 dias. É uma aplicação muito rápida que depende, logicamente, do nosso parceiro, mas, como sempre acontece, o cliente quer a implementação o quanto antes. E, como atendemos vários setores, não há problema algum para entrar em produção em no máximo dois meses, independente do ramo de atuação do cliente.

Há aumento de produtividade para as empresas que implementam o BPO digital?

Esse é um dos nossos objetivos. Queremos deixar o cliente se concentrar em outras atividades. O negócio da venda digital é a Fast Channel quem vai operar e aumentar. Conhecendo o mercado com mais foco e estratégia, vamos fazer as vendas crescerem gradativamente.

Quão confiável é o sistema?

É uma tecnologia que não nasceu hoje, pois o sistema foi criado pela Vertis e já tem mais de dez anos de mercado. Sabemos que a experiência do cliente é muito importante para qualquer plataforma recém-nascida, que não é nosso caso. Por não terem sido muito testados, os novos sistemas não têm a mesma assertividade e nem a mesma forma simples de operar do nosso. Então, temos uma plataforma simples de operar, confiável, experiente e com uma tecnologia avançada, seja em termos de BI, insumo e suporte. É um sistema que nos dá uma visão muito específica das vendas digitais, que ajuda a conhecer o perfil do cliente e a expandir as vendas.

Quais são os diferenciais da Fast Channel para que uma empresa opte pelo nosso serviço?

A Fast Channel tem características diferentes por ser um completo BPO digital com competências muito altas no e-commerce. Então, os diferenciais são a plataforma confiável, a experiência no e-commerce, a rapidez de implementação e a competitividade. Estes quatro pontos que diferenciam a Fast Channel dos concorrentes.

Existe um mercado foco prioritário como pneus e eletrônicos, por exemplo?

Não, apesar de termos uma parte importante dos clientes nos mercados de pneus e eletrônico. Mas temos abertura para outros setores, então posso dizer que um cliente do ramo financeiro, saúde ou varejo, por exemplo, pode vir para a Fast Channel e encontrar um serviço muito personalizado e confiável.

Concorrência

Respeitamos os concorrentes, mas hoje é a Fast Channel quem tem a capacidade de maximizar as vendas digitais B2B.

Fundo Way

A Fast Channel é sólida e faz parte de um fundo forte financeiramente, junto com outras empresas. Por fazer parte do mesmo grupo de acionistas da Fast Shop, nós temos garantias de profissionalismo, competência e solidez financeira.

Recent Posts